Dia internacional dos Direitos Humanos – 10 de dezembro

in, ONU Mulheres Brasil

Defensores dos Direitos Humanos – pessoas que pela sua ação ou pensamento fizeram a diferença e mudaram o nosso mundo:

Mahatma Gandhi (1869—1948)

Eleanor Roosevelt (1884—1962)

Nelson Mandela (Nascido em 1918)

Dr. Martin Luther King, Jr. (1929—1968)

Desmond Tutu (Nascido em 1931)

Daw Aung San Suu Kyi (Nascida em 1945)

José Ramos–Horta (Nascido em 1949)

Utiliza o teu direito à leitura e requisita na Biblioteca livros sobre este tema

Wook.pt - Eu, Malala


Wook.pt - Aristides de Sousa Mendes
Resultado de imagem para coleção chamo-me
Resultado de imagem para os direitos humanos contados às crianças

Links úteis sobre Direitos Humanos:

A História dos Direitos Humanos – Vídeo (aprox. 10 min.). 

Vídeos da Declaração Universal dos Direitos Humanos – Conjunto de 30 pequenos vídeos ilustrativos dos vários direitos – legendado em português (aprox. 1m cada ) 

Declaração dos Direitos Humanos – texto com os 30 artigos da Declaração.

Compass – Manual de Educação para os Direitos Humanos com jovens– recurso pedagógico que contem informação e propostas de atividades sobre temas relacionados com Direitos Humanos.

Biblioteca de Direitos Humanos (AE de Canelas) – sugestão de livros sobre como abordar os Direitos Humanos.

Literacia 3 Di na Paula Vicente

Este ano voltamos a participar no Literacia 3 Di. Este desafio nacional é dirigido aos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico de todo o país, com o propósito de avaliarem as suas competências em quatro dimensões do saber: Matemática, Ciência, Leitura e Inglês.

A atividade, coordenada pela professora Ana Vieira, vai decorrer na sala de TIC com o apoio da professora Ana Bau e na nossa Biblioteca com as professoras Ana Jorge, Eva Rosa e Emanuela Azevedo. A primeira fase do Campeonato Nacional de Literacia 3Di arranca na próxima segunda-feira, dia 25 de novembro, na nossa escola.

Podes consultar aqui as provas realizadas em anos anteriores.

“A maior lição do mundo”

Nos dias 20 e 21 de novembro, no âmbito da disciplina de Cidadania e em AEDT, as turmas 5º F e 5º G, vieram à Biblioteca, com as professoras Marlene Siopa, Ana Silvestre e Ana Bau, realizar ” A maior lição do mundo”. Como proposta para o dia Universal dos Direitos da Criança, aprendemos a diferenciar direitos, necessidades e desejos. A partir dos dois vídeos promovidos pela Unicef, identificámos alguns dos problemas que afetam as crianças em todo o mundo e verificámos que mesmo sendo crianças, cada um de nós tem o poder de ajudar a cumprir esses direitos. de melhorar o mundo. No final, conhecemos os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (17 ODS) e descobrimos que estes objetivos globais procuram também fazer cumprir a Convenção dos Dtos. da Criança. Terminámos com sugestões de ações para no nosso dia a dia podermos participar na construção de um mundo melhor.

Dia Nacional da Cultura Científica

O Dia Nacional da Cultura Científica, 24 de novembro, foi instituído em 1997 para comemorar o nascimento de Rómulo de Carvalho, cientista português , também conhecido como poeta pelo pseudónimo de António Gedeão.

ps://www.ciencia20.up.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=1&Itemid=101

Outros links úteis sobre ciências:

https://www.casadasciencias.org/recursos-educativos/categoria/introducao-ciencias

http://ensina.rtp.pt/artigo/recursos-de-ciencias/

http://ce3.igc.gulbenkian.pt/

https://pt-pt.khanacademy.org/

20 de novembro

Unicef

Este ano comemoram-se os 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança, aprovada pelas Nações Unidas a 20 de novembro de 1989 e ratificada por Portugal a 21 de setembro de 1990.  
A Convenção assenta em quatro pilares fundamentais que estão relacionados com todos os outros direitos das crianças:
A não discriminação (art. 2), que significa que todas as crianças têm o direito de desenvolver todo o seu potencial – todas as crianças, em todas as circunstâncias, em qualquer momento, em qualquer parte do mundo;
O interesse superior da criança (art.3) deve ser uma consideração prioritária em todas as ações e decisões que lhe digam respeito;
A sobrevivência e desenvolvimento (art.6) sublinha a importância vital da garantia de acesso a serviços básicos e à igualdade de oportunidades para que as crianças possam desenvolver-se plenamente;
A opinião da criança (art.12) que significa que a voz das crianças deve ser ouvida e tida em conta em todos os assuntos que se relacionem com os seus direitos.
A Convenção contém 54 artigos, que podem ser divididos em quatro categorias de direitos:
Os direitos à sobrevivência (ex. o direito a cuidados adequados);
Os direitos relativos ao desenvolvimento (ex. o direito à educação);
Os direitos relativos à proteção (ex. o direito de ser protegida contra a exploração);
Os direitos de participação (ex. o direito de exprimir a sua própria opinião).
Consulta a CDC aqui: https://www.unicef.pt/media/2766/unicef_convenc-a-o_dos_direitos_da_crianca.pdf